Orla cantada de encantar

Fomos seguindo a orla, a marginal, começando na Barra, avistando o Farol, onde Salvador se transforma numa mulher de curvas elegantes e cabelos dourados, que bela é!

Porque hoje é sábado

O Dia da Criação é a tradução do ser-se homem e do ser-se mulher. Somos todos nós. É tão absurdo o discorrer daqueles versos, com a repetição esperada, como terrivelmente realista.