No Ferryboat Dorival Caymmi

A viagem de Salvador a Itaparica duraria cerca de uma hora e a conversa fluía solta partilhada entre sorrisos amigos.

Onde se encerra Salvador

Aqui tudo se sente de forma intensa, aqui não se precisa ver para crer, aqui o que é de lá vem p´ra cá e não precisa de explicação, aqui tudo tem um jeito especial de ser!

Salvador_Rio Vermelho

Na magia do fim do dia, o pôr do sol chegava paralisando-me. Queria que aqueles instantes durassem para sempre pois nada se compara à beleza da natureza que se renova a cada dia como se de oportunidades se tratasse.

Até já, Bahia! Olá, Rio de Janeiro!

Olhava de cima a Cidade Maravilhosa dourada, iluminada, e eu competia com ela, segura de mim, em estado de graça, com a beleza natural e arrebatadora. Era assim que o Rio me fazia sentir , linda! E o Rio, ah, o Rio continua lindo!

Depois do Anoitecer

Estava tão animada que nem me dei conta que além de não conhecer nada da cidade, era de noite e estava sozinha. Não me intimidei. E fui!

Pousada Colonial

Tomei um banho demorado e frio e descansei sobre os lençóis brancos, da cama imensa, sem horas, com o vento quente a fazer dançar as cortinas leves, pois outra história, nas muitas histórias da minha vida, estava prestes a começar!

Salvador da Bahia

Mas eu só via beleza e, só mais tarde, percebi que Salvador encerra em si mais que beleza. Não é melhor, nem pior. É uma herança secular muito pesada, presente nas diferenças sociais que vai mais além da raça, e que se vive, sobrevive e convive como em nenhum outro lugar. E isso também me fazia feliz! Sorria, você está na Bahia!

Terra à Vista

Do navio saí como entrei, sozinha, e percebi ao longo de toda a viagem que esta nova forma de estar, que eu nunca, nunca tinha vivido, me agradava e viria a ser a que mais falta me fazia. Descobri que estar sozinha a descobrir o desconhecido é absolutamente enriquecedor e me preenchia, bastando-me os que se cruzavam no meu caminho.