A vida é um Moinho

Bom dia! Coisas improváveis acontecem! Ontem, falava-vos de Cazuza. Não vos contei, mas grande parte da sua infância foi passada com a avô Alice, que tomava conta dele quando os pais se ausentavam. Ela ouvia canções dramáticas e melancólicas, cantadas por Cartola, Dolores Duran, Noel Rosa e Maysa (que hoje são clássicos incontestáveis da música brasileira, de tão geniais que são!). … Continue a ler A vida é um Moinho

A sorrir eu pretendo levar a vida

Parto com o coração cheio ... Tão feliz como quando cheguei ... Aprendi que partir está em mim e que assim sou feliz! Li dois livros ... Como achei que teria  tempo para mais? Um deles, o segundo e o último, ao qual voltarei, dizia-me na contra capa Acredito, pelo que aprendi experimentando, que viver … Continue a ler A sorrir eu pretendo levar a vida