Quer conhecer o Rio de Janeiro? Vá passear!

FREE WALKING TOUR RIO DE JANEIRO

Eu fiz um destes passeios e ADOREI!!!! Imagina todos estes? A não perder!

RioTur faz passeios guiados e gratuitos pelo Rio até dezembro!

Centro-do-Rio-de-Janeiro-por-Rodrigo-Soldon.jpg

Que tal aproveitar as próximas semanas para conhecer mais da nossa cidade? A partir desse sábado, 2 de julho, até o início de dezembro a  a RioTur fará passeios guiados gratuitos a pé. A iniciativa, promovida pela primeira vez durante a Copa de 2014 e depois em comemoração aos 450 anos de fundação da cidade, deve ser novamente um grande sucesso de público, com praticamente todas as saídas lotadas.

Os roteiros terão quatro horas de duração e podem ser de cunho histórico/cultural (Relembrando o Passado, Orla Conde, Subida à Boemia e Rio Histórico e Sacro), com saídas às 10h e às 14h, ou turismo de aventura/ecoturismo (Ur-Carioca, Tijuca Verde e Águas do Horto), sempre com início às 9h. Mas diferente de outros passeios da cidade, estes tem lugares limitados a 32 pessoas e é necessária inscrição  pelo formulário do site ou com uma hora de antecedência no ponto de encontro do passeio desejado.Em caso de chuva, o passeio é cancelado.

Pao-do-OuvidorVai fazer um passeio pelo Centro? Então que tal passar no melhor shopping da região, o Paço do Ouvidor! Passa no Paço

O projeto terá início em julho para atender a demanda do período de férias escolares nos outros estados do país (no Rio, o recesso foi transferido para o período dos Jogos Olímpicos). Até o início das Olimpíadas, em agosto (quando as saídas serão diárias), os passeios serão realizados às quartas, sábados e domingos, sendo dois roteiros diários aos fins de semana. Depois do término das Paralimpíadas, o projeto continua, mas com passeios realizados somente nos fins de semana até o fim de 2016.

Lembrando, para participar, os interessados devem se inscrever nos postos de informações turísticas da Riotur ou no site riowalkingtour.com, que tem toda a programação detalhada, com as datas de saída e os horários.

Rio Histórico e Sacro – O Centro Histórico e seu Patrimônio Sacro

Catedral Metropolitana Reflected in Windows - Centro por Adam Jones

Catedral Metropolitana Reflected in Windows – Centro por Adam Jones

Ponto de Encontro: Quiosque de informações da RioTUR Lapa, localizado em frente à Fundição Progresso
Horário: 10h
Duração: 3h30
Datas: 02/07  – 06/07 – 30/07 – 01/08 – 08/08 – 15/08 – 27/08  – 29/08 – 05/09 – 12/09 – 17/09  – 24/09 –  01/10  –  29/10 – 05/11 – 03/12

6742491266547712

O Rio de Janeiro tem 451 anos de história e, como toda cidade, registrou a passagem do tempo em suas ruas, bairros e monumentos. Este roteiro vai te levar para conhecer um pouco do passado de um lugar que se expandiu sobre uma matriz social de predominância católica, formando um imenso patrimônio sacro que vale a visitação. Começando na Catedral Metropolitana (ou Catedral de São Sebastião), uma das mais especiais do mundo não só pelo seu formato cônico e moderno, mas também pela sua imponência, o passeio segue para a Rua do Lavradio, que abriga uma grande feira de antiguidades que acontece todo primeiro sábado do mês e arrasta centenas de pessoas por suas calçadas.

Segue para a Praça Tiradentes, que possui em seu entorno dois dos mais importantes teatros da capital (o Teatro Carlos Gomes e o Teatro João Caetano), além de tradicionais e centenários estabelecimentos, como o Real Gabinete Português de Leitura e a Gafieira Estudantina.

Depois os turistas podem conhecer a histórica Confeitaria Colombo que, fundada em 1984, continua sendo uma das casas comerciais mais respeitadas de todo o país, além de patrimônio cultural e artístico da cidade. Continuando o passeio pelas igrejas São Francisco de PaulaNossa Senhora do Carmo da Antiga Sé e Igreja da Santa Cruz dos Militares.

Ao entrar na Rua do Ouvidor (centro empresarial e financeiro de dia, diversão garantida com bares e restaurantes à noite) e seguindo por ela, chegam à Travessa do Comércio, que no passado era um importante núcleo de imigrantes portugueses na cidade e hoje é ligada à Praça XV pelo Arco do Teles, última parada do passeio e onde podem encontrar interessantes bares, restaurantes e ocasionais eventos culturais

Relembrando o Passado – Pequena África

Jardim-Suspenso-do-Valongo-por-Halley-Pacheco-de-Oliveira

Ponto de Encontro: Quiosque de informações da RioTUR localizado na Praça Mauá, Centro
Horário: 10h e 14h (no dia 13/7)
Duração: 3h30
Datas: 09/07 – 06/08 – 12/08 – 19/08 – 26/08 – 02/09 – 09/09 – 10/09 – 16/09 – 08/10 – 12/11 – 10/12

5592106690674688

Falar da história do Rio de Janeiro é falar da história dos escravos que desenharam as raízes históricas e musicais da cidade e, para compreender as pessoas de hoje, é preciso conhecer quem elas foram ontem. A visita ao passado começa no Cais do Valongo, local de entrada de milhares de africanos de Angola, Congo e Moçambique, e hoje conhecido como Cais da Imperatriz.

Segue pelo Largo de São Francisco da Prainha, conhecendo a famosa Pedra do Sal, palco frequente do samba de raiz e do bom humor boêmio dos cariocas, que abriga um dos acessos para o Morro da Conceição. Subindo por uma escadaria marcada pela arte urbana da cidade, chega-se ao Jardim Suspenso do Valongo, construção paisagística datada de 1906 e com 1.530 metros quadrados, concebida como jardim romântico destinado aos passeios da sociedade da época.

Depois é a vez do Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos (IPN), local de reflexão sobre a escravidão no Brasil e preservação da memória dos pretos novos (nome dados aos cativos recém-chegados ao Rio de Janeiro em meados do século XIX, em uma área hoje conhecida como Pequena África).

O passeio se encerra no Centro Cultural José Bonifácio, sede do Centro de Referência da Cultura Afro-Brasileira, única instituição do gênero em toda a América Latina e nomeada em homenagem ao “Patriarca da Independência” José Bonifácio e, por fim, uma volta no VLT (Veículo Leve sobre Trilhos).

Orla do Conde – Museu do Amanhã ao Museu Histórico Nacional

Orla-Luiz-Paulo-Conde.jpg

Ponto de Encontro: Quiosque de informações da RioTUR localizado na Praça Mauá, Centro
Horário: 9h (6/11) 10h e 14h (27/7)
Duração: 2h30
Datas: 03/07 – 10/07 – 16/07 – 17/07 – 24/07 – 10h – 31/07 – 03/08 – 07/08 – 10/08 – 13/08 – 14/08 – 17/08 – 24/08 – 28/08 – 31/08 – 03/09 – 04/09 – 11/09 – 14/09 – 25/09 – 02/10 – 09/10 – 16/10 – 23/10 – 30/10 –13/11 – 19/11 – 20/11 – 27/11 – 04/12 – 11/12

6360019999653888

Uma viagem ao futuro e ao passado, com início em uma das mais recentes inaugurações do Porto Maravilha: o Museu do Amanhã, ícone arquitetônico do engenheiro espanhol Santiago Calatrava para a revitalização da Zona Portuária do Rio de Janeiro. Com 15 mil metros quadrados e rodeado por espelhos d’água, jardins, ciclovia e áreas de lazer, o museu abre as portas para que pessoas de todo o mundo tenham a experiência única de frequentar uma obra de arte que abriga outras exposições e eventos dentro de si. Preparem as câmeras!

Segue uma caminhada pela Orla do Conde, passeio público de 3,5 quilômetros de extensão, permitindo que os visitantes continuem a viagem ao passado em formato de futuro, podendo até ver de perto o mais novo e moderno meio de transporte da cidade: o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos).

Depois podem conhecer a Praça XV (ou Praça Quinze de Novembro) onde, até meados de 1770 e antes da construção do Cais do Valongo, foi o principal ponto de desembarque de escravos africanos na cidade; hoje é uma das principais praças do Centro do Rio de Janeiro, estando próxima das Barcas (transporte marítimo entre Rio e Niterói), da Rua 1º de Março, do Arco do Teles, do Palácio Tiradentes, do Paço Imperial e da Assembleia Legislativa do Rio.

Por fim, visita o Museu Histórico Nacional, o qual possui um acervo de mais de 287 mil peças sob a guarda do Ministério da Cultura, utilizadas no estudo e na preservação da história brasileira, e fazer um passeio no VLT.

Subida à Boemia – Cinelândia, Lapa e Santa Teresa

Centro seen from Santa Teresa, Rio de Janeiro por waynewhuang

Ponto de Encontro: Quiosque de informações da RioTUR Lapa, localizado em frente à Fundição Progresso
Horário: 10h e 14h
Duração: 3h30
Datas: 03/07 – 14h  • 10/07 – 14h • 17/07 – 14h • 20/07 – 14h • 23/07 – 10h • 24/07 – 14h • 31/07 – 14h • 02/08 – 10h • 01/09 – 10h • 04/09 – 14h • 06/09 – 10h • 08/09 – 10h • 11/09 – 14h • 13/09 – 10h • 25/09 – 14h • 02/10 – 14h • 09/10 – 14h • 16/10 – 14h • 22/10 – 10h • 23/10 – 14h • 30/10 – 14h • 06/11 – 10h • 13/11 – 14h • 20/11 – 14h • 26/11 – 10h • 27/11 – 14h • 04/12 – 14h • 11/12 – 14h

6444791916658688

Históriaarte e boemia seriam as três palavras para explicar esse roteiro. Começando em um dos locais mais imponentes do Centro da cidade, os visitantes poderão contemplar a beleza do Teatro Municipal, inaugurado em 1909 e palco de concertos sinfônicos, apresentações de ballet e opera, dentre outros eventos culturais. Localizado na Cinelândia, basta atravessar a praça para conhecer o Cine Odeon, também conhecido como Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro ou Odeon Petrobras. Seguindo para o bairro da Lapa, a Escadaria Selarón, um dos cartões postais da cidade por suas cores e sua história: obra do incansável artista chileno Jorge Selarón, que começou a se dedicar a ela em 1990 com o objetivo de revitalizar a precária escadaria que encontrava em frente à sua casa todos os dias, mas acabou fazendo disso o trabalho da sua vida.

Depois é vez dos famosos Arcos da Lapa, ponto de encontro de brasileiros e estrangeiros com uma só finalidade: se divertir! Além dos brancos e belos arcos, base dos trilhos que levavam o bondinho de Santa Teresa, a Lapa é um centro de gastronomia, música, arte, shows, festas e descontração.

E é seguindo pela Rua do Riachuelo que chega-se ao bairro de Santa Teresa (ou Montmartre Carioca), centro cultural procurado por artistas e artesãos para se tornar seu lar ou local de trabalho, conhecido por suas construções históricas datadas do século XIX e elegantes casarões dos anos 40, além de charmosos bares e restaurantes com uma vista deslumbrante do Rio. Porém, o maior diferencial do bairro é ele ter mantido o bondinho como meio de transporte, hoje atuando apenas em alguns trechos, mas proporcionando um passeio incrível (e gratuito) para moradores e visitantes. O tour termina no Parque das Ruínas, localizado nas ruínas da casa da grande mecenas (patrocinadora das artes) da Belle Époque carioca, Laurinda Santos Lobo. De um lado a vista panorâmica da Baía de Guanabara e, do outro, uma vista incrível para o Centro da cidade. É bom estar com a câmera preparada, porque esse passeio renderá fotos do início ao fim.

Urca-rioca – Morro da Urca

urca-aerea.jpg

Ponto de Encontro: Praia Vermelha
Horário: 9h
Duração: 4h
Datas: • 09/07 • 30/07 • 07/08 • 20/08 • 03/09 • 04/09 • 24/09 • 08/10 • 29/10 • 12/11 • 10/12

6013882813906944

Muitas pessoas se maravilham com a paz e a tranquilidade do bairro da Urca, um dos locais mais serenos do Rio de Janeiro, mas é importante ressaltar que o local também pode ser sinônimo de aventura. A Praia Vermelha está localizada entre o Morro da Urca e o Morro da Babilônia, abrigando uma pequena faixa de areia e algumas instituições acadêmicas como UFRJ( Universidade Federal do Rio de Janeiro), UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e IME (Instituto Militar de Engenharia), dentre outras. Será esse o nosso ponto de encontro para chegar ao acesso da trilha do Morro da Urca, o qual abriga em seu topo a primeira parada do bondinho para o Pão de Açúcar. É bom preparar as câmeras, porque a vista é linda e abrange vários pontos da cidade, como as praias do Leme, Copacabana, Ipanema, Flamengo e Leblon, além da Pedra da Gávea, Corcovado com o Cristo Redentor e mais.

Na base do Morro há também a Pista Cláudio Coutinho, que leva a uma área de preservação ambiental com trilhas e caminhadas leves nos entornos do Pão de Acúcar. Mas para o acesso à trilha será cobrada a entrada de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). A bilheteria aceita dinheiro e cartões de débito e crédito.

Tijuca Verde – Floresta da Tijuca

Floresta da Tijuca

Ponto de Encontro: Praça Afonso Vizeu – Alto da Boa Vista
Horário: 9h
Duração: 4h
Datas: • 02/07 • 23/07 • 13/08 • 28/08 • 17/09 • 01/10 • 22/10 • 05/11 • 26/11 • 03/12

6370964314521600

Os espíritos mais aventureiros e amigos da natureza vão se identificar com essa trilha na Floresta da Tijuca, que faz parte do Parque Nacional da Tijuca, sendo uma das maiores áreas verdes urbanas de todo o mundo. Uma curiosidade é que sua vegetação vem, em grande parte, de reflorestamento realizado na época do Brasil Império, a fim de substituir as fazendas de café. Com o passar dos anos, tornou-se uma grande área de lazer e terreno propício para a prática de esportes como ciclismo, corrida e montanhismo.

A caminhada vai passar por cachoeiras como a Cascatinha Taunay, um de seus muitos pontos turísticos naturais, além do Museu do Parque Nacional da Tijuca, que conta a história do parque com maquetes interativas de seus picos, quadros de suas espécies de animais e outras informações ecológicas.

Outro ponto alto do passeio é conhecer a Cachoeira das Almas, cachoeira liberada para banho mais conhecida da floresta, que recebeu esse nome no final do século XIX devido à solução que os praticantes de religiões afro-brasileiras conseguiram para driblar a perseguição que sofriam: precisavam de locais isolados para realizar seus cultos, e encontraram no Vale das Almas (local da cachoeira) esse lugar.

Provavelmente essa trilha te fará suar um pouco, mas a vista de cada espacinho vai valer muito a pena.

As Águas do Horto – Cachoeiras do Horto

Cachoeira no Horto(Rio de Janeiro) por Rodrigo Soldon

Cachoeira no Horto(Rio de Janeiro) por Rodrigo Soldon

Ponto de Encontro: Rua Pacheco Leão na esquina com Rua Jardim Botânico, 746 – Jardim Botânico
Horário: 9h
Duração: 4h
Datas: • 16/07 • 06/08 • 14/08 • 27/08 • 10/09 • 11/09 • 15/10 • 19/11

Horto é uma comunidade florestal com uma história que vem desde o início do processo de colonização do Rio de Janeiro, e até hoje os moradores cuidam e protegem seu lar como uma extensão de suas próprias vidas.

Cercados de área verde, os visitantes vão conhecer a lateral do Jardim Botânico, que vai acompanha-los por um tempo na subida da Rua Pacheco Leão para o Horto. Do lado direito do começo da rua será possível ver uma das sedes da Rede Globo de Televisão e, depois, padarias, restaurantes e bistrôs de alta qualidade

O turista poderá conhecer o Circuito das Cachoeiras do Horto, sequência de quedas d’água localizada dentro dos limites do Parque Nacional da Tijuca, cenário perfeito para a prática de esportes como ciclismo e corrida. Muitos cariocas e pessoas de fora encontram nas águas das cachoeiras do Horto um local de paz e reflexão, pois é lá que podemos renovar as energias de nossas vidas agitadas.

Seja em que dia for, os visitantes sempre irão se deslumbrar com as belezas naturais do trajeto e, também, com a simplicidade e simpatia de seus moradores – que estão sempre de braços abertos para recebê-los.

6272075578212352

Corre logo que esgota!

mh

Quintino Gomes Freire
Diretor de mídias sociais na Agência B5, palestrante, publicitário, Defensor do Carioca Way of Life e Embaixador do Rio. Começou o Diário do Rio em 2007 e está a frente dele até hoje o levando ser um dos principais portais sobre o Rio de Janeiro.

One thought on “Quer conhecer o Rio de Janeiro? Vá passear!

Gostou? Que bom! Deixe um comentário. Até breve!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: