Razões de Viajar, as minhas que são as vossas

Esta aqui em cima sou eu … sabem quem eu sou? Sou a Helena que dá nome a este blog e que sonhei a vida toda ir ao Brasil e fui! E decidi Ir, Ver e Contar tudo aqui!

Agora quero que venham comigo! Sim, viajar … e dou-vos as razões de viajar, as minhas que são as vossas!

Cheguei há quinze dias de uma outra viagem de novo ao Brasil e pensava que, assim que chegasse, ia escrever outra vez, sem parar, varando as madrugadas, num entusiasmo sem cansaço, mas não o consegui fazer. Não foi falta de assunto, nem de material, nem de inspiração até porque não estive parada, tendo editado centenas de instantes eternizados, e acreditem é um trabalho de doidos: selecionar, corrigir, filtrar, nomear, guardar … olho para mim nas fotografias e, apesar da felicidade sentida, nem todas têm estampada a magia da alegria da primeira vez … não me desiludi, pelo contrário, a vida é que me pregou umas partidas e apanhou-me desprevenida, mas eu continuo a amar o meu Brasil apaixonadamente e tudo é motivo para lá voltar (Exagerada? É, é assim mesmo que sou!). Uma semana sem escrever … então percebi que precisava fazer uma pausa, repensar qual o caminho … escrevi para o blog durante seis meses, diariamente, partilhando a minha vida de viagens e isso preencheu-me de uma forma inigualável. Mas agora algo se tinha transformado.

Dei por mim a questionar-me sobre a razão de viajar – a inquietude – e a razão do blog – a partilha – entre o começo recente, com uma única ferramenta, a escrita pura e dura e o agora, onde visito Feiras de Turismo, vou a reuniões com Direcções de Marketing e Agências de Comunicação , fico em resorts com os quais não me identifico, fotografo incessantemente o que vejo, escrevo durante horas a fio, o que vai ser lido em três minutos, por dez talvez vinte pessoas, não mais. Perco horas infinitas a pesquisar voos, hotéis, rotas e passeios, restaurantes e bares, a música certa, a história engraçada que poucos sabem (eu sei e depois conto-vos!), roubo tempo à família, aos amigos, a mim mesma. Estou assim, sentada, a teclar, vidrada nas letras que formam palavras que criam frases que são o meu assunto.

Exponho-me, sabe se lá a quem … os conhecidos leem mas nem sempre se manifestam (a caça ao GOSTO no Facebook e Instagram continua … e já agora a subscrição do blog também) … e os desconhecidos, esses dividem-se entre os que raramente se manifestam e os que ainda não me conhecem, na verdade, nem sabem que existo.

Depois surge a questão da sustentabilidade, quando me pergunto, como financio um projecto de viagens que são a realização de sonhos? … Os meus sonhos, é certo! Mas que inspiram outras mulheres – e homens – que não os realizam porque se permitem desculpas que se contam (e fingem acreditar) mas que querem ir! … Pois se razões existem, esta é a maior e mais complexa de todas.

Em seis meses de actividade, o investimento foi grande em meios, tempo e entrega que resultaram num trabalho exaustivo e de grande dedicação. Mas eu corro por gosto mesmo … nem me passava pela ideia fazer disto um negócio, no entanto, tudo o que existe do género – em Portugal e por esse mundo fora – diz que sim, aliás que se deve!

Quando criei este blog pretendia falar de superação, de atingir metas, de acreditar que tudo é possível. E é! Fui. Sonhei. Vivi. Cresci. Transformei-me. Confirmei tudo o que achava saber e, afinal, já o sabia mesmo.

Depois senti que comigo viviam o sonho que eu contava e comecei a sonhar de novo … Acreditei que voltaria ao meu Brasil com quem sonhava comigo cada vez que me lia e realizava agora o seu próprio sonho. Ai, que de sonhos sou feita!

E, é aí que o blog começa a ganhar novos contornos … como se faz acontecer os sonhos dos outros, quando isso me leva dezenas, centenas de horas de estudo e pesquisa, viagens, escrita, edições de texto e fotografia, telefonemas, emails … após reflectir um pouco, cheguei ao termo: Consultora de Viagens de Sonho (ao Brasil).

Chegada a este ponto pressinto que o que desejei, o que escrevi, o que idealizei está a ganhar vida própria e já não sou apenas eu que sonho, acredito e realizo … são os outros que querem comigo partilhar a viagem de ir viver o que eu vivi!

Assim encontrei o titulo … Razões de Viajar, as minhas que são as vossas!

mh

2 thoughts on “Razões de Viajar, as minhas que são as vossas

Gostou? Que bom! Deixe um comentário. Até breve!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s