Pelas Ramblas chegar à La Boqueria

BARCELONA_2016

Logo por trás do Colombo estão Las Ramblas, no plural porque são o junção de muitas pequenas ruas que atravessam a grande avenida, que sobe desde o Porto Velho até à Praça da Catalunya! Atrevo-me a dizer o coração de Barcelona …palpitante, vibra com os milhares de turistas e locais que a passeiam para cima e para baixo, sempre curiosos de alguma novidade, alguma descoberta. Sinto-a cheia de detalhes!

BARCELONA_2016

Ali mesmo à minha esquerda, o Teatre Principal, onde ainda não tive oportunidade de ver um espectáculo de Flamengo … mas fica prometido. É o mais antigo teatro da cidade fundado no século XVI. Sempre foi palco das mais famosas óperas e hoje tem um cartaz mais diversificado.

BARCELONA_2016

As fachadas dos imensos edifícios são lindas de se admirar. Deve-se andar de cabeça no ar para se ver com pormenor os ricos trabalhos de azulejaria e pintura.

BARCELONA_2016

Mais acima, o Gran Teatre del Liceu, uma das casas de espectáculos mais importantes do mundo. Tradicionalmente apresentava óperas italianas, percorrendo depois as russas e alemãs. 

BARCELONA_2016

E, por fim, La Boqueria!

O mercado chama-se Mercat de Sant Josep, mas ficou famoso por La Boqueria, o mais colorido e bonito de Barcelona, é um dos primeiros mercados municipais da cidade.

BARCELONA_2016

Tudo chama a nossa atenção … os talhos, as peixarias, as frutas, os legumes dispostos como tudo o que é belo deveria estar: cuidado, limpo e vistoso. É frequentado pelos locais mas também é paragem obrigatória de todos estrangeiros e visitantes.

BARCELONA_2016

Delicio-me com algumas iguarias, como este belo atum fumado, na verdade bonito de seu nome, mais pequeno que o tradicional atum e mais esguio e comprido … mas apenas olho … e desejo … não o levo!

BARCELONA_2016

A bancada de mariscos é de dar água na boca perante tamanha frescura e variedade. A peixeira não tem mãos a medir com tantos pedidos e sempre com tanta satisfação.

BARCELONA_2016

Mas a bancada de peixe é de revirar os olhos, a técnica de corte certeiro nos lombos do peixe pelas mãos precisas do mestre faz-nos achar capazes do mesmo, tal é a sua rapidez e facilidade.

BARCELONA_2016

Mas confesso que a exposição de frutas me deixa rendida … porque é multicolor, porque é saborosa sem provar, porque é exótica e no entanto tão familiar … para mim representam, todas aquelas frutas, a memória dos sabores doces e maduros.

BARCELONA_2016

E a perdição do meu António: os smoothies (os tradicionais batidos) … parecem um arco íris e a vontade é de os tomar a todos … eu prefiro vê-los e fixa-los num instante!

BARCELONA_2016

A barriga começou a dar horas pelas três da tarde, paramos num típico bar, o Bar Boqueria, que servia desde amêijoas grelhadas com limão, camarão panado frito, patatas bravas até às famosas butifarras catalanas, típico enchido, preparado com carne de porco fresca e com uma grande quantidade de pimenta, assim como outras especiarias.

Só que tudo era muito turístico, diga-se na forma mais pejorativa do termo, demasiado caro para a pouca qualidade e o serviço de atendimento é de quem está enfadado … talvez aqui se tenham reunido os três grandes defeitos das cidades entregues ao turismo sem freio.

BARCELONA_2016

Mas o mercado vale duas horas de compras imaginárias como se a nossa despensa fossemos encher … enchemos de certo a nossa imaginação!

mh

 

Gostou? Que bom! Deixe um comentário. Até breve!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s